Resenhas

Adoro Título Grandes Por Isso Esse Título é Grande e Não Tem o Menor Sentido a Não Ser Ele Ser Grande.

Isso não é uma história de amor. Também não é sobre superação ou sobre cachorros que falam. Essa é a historia de uma pessoa, uma pessoa que é produtor. E o que isso significa? Que está pessoa não para. Não vive as coisas por completo, mas sim por parcelas que estão detalhadas em uma planilha… Continue reading Adoro Título Grandes Por Isso Esse Título é Grande e Não Tem o Menor Sentido a Não Ser Ele Ser Grande.

Resenhas

Fast Food: Nem com fome

Sabe aquela vontade que dá de comer aquele doce ou aquele prato que só a sua mãe sabe preparar? Mas ai você acaba lembrando que você não foi à academia semana passada, nem no mês passado, nem no ano passado… … Ai tanto faz e você acaba comendo do mesmo jeito. Dá aquela felicidade e… Continue reading Fast Food: Nem com fome

Resenhas

Eu me Chamo Antônio

Aquele guardanapo surrado que você usa e abusa dele, seja pra limpar a boca, os óculos e até pra pegar a coxinha que a sua mãe preparou, mudou de cara. Bom, o guardanapo encontrou um cara. Na verdade, “O” cara. Que o encheu de carinho e o tratou bem, mostrando que a vida é mais… Continue reading Eu me Chamo Antônio

Resenhas

Um Estúpido Em Alto Mar

Ser indeciso não é uma coisa ruim. É até considerado normal hoje em dia.

Às vezes não saber o que se quer da vida é algo tão natural quanto tomar achocolatado num dia frio e chuvoso. Sentar-se encolhido debaixo das cobertas com um livro e pensamentos pairando no ar. Ficar se perguntando quando o sol vai aparecer de novo.

É normal.

Normal como o autor Martin Page.

Ele se sentia indeciso, como qualquer pessoa. Tão indeciso que precisou cursar sete faculdades – direito, sociologia, linguística, psicologia, filosofia, historia da arte e antropologia – diferentes para entender que ele era mesmo, no final das contas, um escritor.

Não foi fácil de princípio. Ele se deparou com diversas editoras que se recusaram publicar seus livros, até que resolveu escrever sobre o que ele mais conhecia.

Ele mesmo.

Saindo assim de sua cabeça, confusa e cheia de ideias mirabolantes, o livro “Como Me Tornei Um Estúpido”

Imagem

O livro trata de um rapaz (Antonie), que a sua maior tortura é ser inteligente. Por causa disso sempre foi excluído de festas, eventos e nunca era chamado para tomar um simples café. Primeiramente porque não entendia como se poderia gostar de uma bebida tão amarga, ele sempre preferiu chás de sabores váriados.

Para mudar sua situação ele resolve se tornar estúpido, mas não assim de começo. Primeiro ele tenta se tornar alcoólatra, depois tenta suicídio, e finalmente se torna um estúpido.

Para entender melhor essa história você tem que ler mesmo. É um livro pequeno, daqueles que você pode levar no bolso, ele tem 160 páginas e a editora responsável pela sua publicação é a Editora Rocco.

No Brasil nós temos só quatro livros dele, o que é uma pena.

blog

Vale a pena dar uma lida, nem que seja em um resumo dos livros.

Veja mais Resenhas.